De 12 a 18 de outubro de 2020
De 12 a 18 de outubro de 2020

Por Natasha Bachini, Eduardo Barbabela, Douglas Moura, Keila Rosa, Andressa Liegi Costa, Lucas Loureiro, Mariana Soares, Bruna Medina, Ana Beatriz Getirana, Matheus Ribeiro, Robson Nunes, Victor Nobre e João Feres Jr
01/11/2020 -

Entre os dias 12 e 18 de outubro, das 719 páginas analisadas, 638 publicaram algum conteúdo. No total da amostra semanal, foram verificadas 17.370 publicações. Dentre elas, 7.867 (45%) fotos, 5.309 (31%) links, 3.988 (23%) vídeos e 206 (1%) status – ferramenta de compartilhamento de humor, sentimentos, pensamento ou atividade.

Nesta semana, a deputada federal Carla Zambelli (PSL -SP) foi a principal personagem de nosso ranking, emplacando oito postagens, seguida de perto pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com sete.

Na postagem com mais compartilhamentos desta semana, Zambelli publicou um vídeo elogiando a humildade do presidente Bolsonaro. No vídeo, um homem fala sobre não lembrar de outro presidente que renunciou ao transporte presidencial, se referindo a outro vídeo feito pela ministra Damares mostrando o presidente, sua esposa, Michele Bolsonaro, e sua comitiva viajando em um avião da Força Aérea Brasileira, com os militares, ao invés do transporte presidencial. O narrador do vídeo ainda comenta sobre a “simplicidade impressionante” do presidente.

Zambelli também continuou a fazer ataques a adversários políticos do presidente, como o ex-presidente Lula e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP). Sobre Lula, a deputada publicou uma imagem comemorando a retirada do título de “Doutor Honoris Causa” dado ao ex-presidente Lula concebido pela Universidade Estadual de Alagoas.

Para atacar o governador de São Paulo, João Doria, Zambelli republicou um vídeo da deputada federal Rosana Valle (PSB-SP) que pedia ajuda ao governador para consertar uma ponte interditada em São Vicente. A deputada, no entanto, afirma que Dória não resolveu o problema e que foi o presidente Jair Bolsonaro quem garantiu a obra, elogiando-o por não usar o sofrimento do povo para fazer politicagem.

Carla Zambelli ainda publicou um vídeo sobre a campanha de Joice Haselmann (PSL-SP) para a Prefeitura de São Paulo. No vídeo, a candidata é hostilizada em uma feira livre na cidade e pede para conversar de maneira civilizada com um dos agressores, mas este apenas continua a gritar. Joice então o acusa de ser petista, porque “Petista age assim” e segue andando pela feira.

O outro personagem importante da semana foi Bolsonaro, que também atacou seus opositores, como a Rede Globo e o PT. Um dos posts traz imagem de um tweet do jornal O Globo (@JornalOGlobo) que diz: “Em nove meses, Bolsonaro cometeu 299 ataques ao jornalismo, diz relatório”. Na legenda, ele desdenha da situação e escreve: “’Ataque’ n° 300: Perderam a boquinha!”. Já contra o PT, o presidente publicou o vídeo de um locutor de rádio comentando em seu programa que continua defendendo Bolsonaro porque este acabou com corrupção e a propina nos contratos públicos, que eram práticas comuns nos governos petistas.

Bolsonaro também se defende de algumas acusações. Em um vídeo, o presidente concede entrevista sobre a operação da Polícia Federal em Roraima contra o senador Chico Rodrigues (DEM-RO) e critica parte da imprensa que o acusa por ser amigo do senador e tê-lo colocado como vice-líder do governo no Senado. O presidente afirma que a operação em questão ocorrera com o apoio da Controladoria Geral da União, o que significa que o governo está combatendo a corrupção, independentemente do suspeito. E finaliza afirmando que essa é mais uma mentira da Globo para desqualificar o seu governo.

Bolsonaro ainda comenta as críticas da oposição de que cometeria cerceamento à imprensa. O presidente afirma ter asco das pessoas que falam isso, pois seriam falsas por pregar esse discurso aqui enquanto apoiam ditaduras comunistas. Emenda que o PT e Lula tentaram regulamentar a mídia, e que, por isso, não poderiam falar em liberdade de imprensa. Finaliza afirmando que o povo precisa ponderar o que está diante deles: os que discursam falsamente a favor da democracia ou o presidente Bolsonaro, com todos seus defeitos e falhas.

 

Conclusões

Conforme verificamos nas últimas semanas, Carla Zambelli e Jair Bolsonaro têm ocupado com ataques a opositores do governo o espaço que antes era de André Janones e seus posts sobre o auxílio emergencial. Os ataques dessa semana se concentraram no PT, na Rede Globo e em João Dória. Além disso, o presidente Jair Bolsonaro aproveitou para defender a si e a seu governo dos ataques de opositores. E, mais uma vez, a esquerda não conseguiu  nenhum post no ranking.

Apoie o Manchetômetro

Criado em 2014, o Manchetômetro (IESP-UERJ) é o único site de monitoramento contínuo da grande mídia brasileira. As pesquisas do Manchetômetro são realizadas por uma equipe com alto grau de treinamento acadêmico e profissional.

Para cumprirmos nossa missão, é fundamental que continuemos funcionando com autonomia e independência. Daí procurarmos fontes coletivas de financiamento.

Conheça mais o projeto e colabore: https://benfeitoria.com/manchetometro

Compartilhe nossas postagens e o link da campanha nas suas redes sociais.

Seu apoio conta muito!

Publicação anterior

Por Natasha Bachini, Eduardo Barbabela, Douglas Moura, Keila Rosa, Andressa Liegi Costa, Lucas Loureiro, Mariana Soares, Bruna Medina, Ana Beatriz Getirana, Matheus Ribeiro, Robson Nunes, Victor Nobre e João Feres Jr
29/10/2020 - Entre os dias 5 e 11 de outubro, das 719 páginas analisadas, 638 publicaram algum conteúdo. No total da amostra da semanal foram verificadas 16.728 publicações, entre elas 7.246 (43%) ...
Próxima publicação

Por Keila Rosa, Andressa Liegi, Robson Nunes, Natasha Bachini, Eduardo Barbabela e João Feres Júnior
03/11/2020 - Chegamos à terceira semana das cam­panhas eleitorais para as eleições muni­­­­ci­pais de 2020. A equipe do Manchetômetro te­m monitorado as campanhas no Face­book dos candidatos às prefeituras das ca­pi­­tais brasileiras. ...