De 9 a 15 de novembro de 2020
De 9 a 15 de novembro de 2020

Por Natasha Bachini, Eduardo Barbabela, Douglas Moura, Keila Rosa, Andressa Liegi Costa, Lucas Loureiro, Mariana Soares, Bruna Medina, Ana Beatriz Getirana, Matheus Ribeiro, Robson Nunes, Victor Nobre e João Feres Jr
20/11/2020 -

Entre os dias 9 e 15 de novembro de 2020, das 719 páginas analisadas, 625 publicaram algum conteúdo. No total da amostra da semanal, foram verificadas 17.971 publicações. Dentre elas, 8.642 (44%) fotos, 5.289 (27%) links, 5.302 (27%) vídeos e 249 (1%) status – ferramenta de compartilhamento de humor, sentimentos, pensamento ou atividade.

Nesta semana, o destaque ficou novamente com a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) que emplacou onze posts em nosso ranking, dentre as quais as três mais compartilhadas da semana. A postagem com mais compartilhamentos desta semana foi um vídeo da CNN Brasil, republicado pela deputada do PSL, que questiona o governador de São Paulo João Doria (PSDB-SP) sobre o contrato sem definição de valores com a empresa chinesa Sinovac. Os repórteres afirmaram que o documento firmado entre o governo de São Paulo e a Sinovac não menciona preço ou quantidade de doses da vacina a serem produzidas pelo Instituto Butantan.

Zambelli também publicou o vídeo da coletiva de imprensa do presidente da Anvisa, no qual o mesmo explica a suspensão dos testes da Coronavac. O presidente da ANVISA afirma que as decisões serão tomadas quando forem necessárias e afirma que a decisão será técnica.

A deputada do PSL de São Paulo também usou sua página para postar críticas ao Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que defendeu o compromisso com a vacina da Câmara dos Deputados. Em resposta, Zambelli comentou: ““Falou o Botafogo, um nome na lista da Odebrecht, o salvador da pátria repentino. Responsabilidade fiscal é atribuição do Executivo, o TCU é quem analisa as contas e vem falar de “independência dos órgãos”? Estivesse preocupado com a economia, não teria votado aumento do fundão”.

Para finalizar, Zambelli publicou um vídeo do Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre o turismo em praias brasileiras e as taxas cobradas para entrar em algumas dessas praias. Bolsonaro diz que deseja realizar algo parecido com o que é Fernando de Noronha na bacia de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, porém não pode fazer unilateralmente por conta dos decretos ambientais que só podem ser revogados pelo Congresso. No vídeo, Bolsonaro afirma que o Brasil está perdendo dinheiro fácil que viria de pouco investimento. Ele diz que Cancun fatura cerca de 12 bilhões de dólares por ano que também conseguiríamos isso investindo em Angra e consequentemente ajudaria o Estado do Rio de Janeiro economicamente.

No mesmo vídeo, Bolsonaro critica a imprensa afirmando que a mesma é uma “brincadeira” e que as mortes em decorrência da fome serão maiores do que as causadas pela pandemia do novo Coronavírus. Além disso, ele diz que estão colocando medo na população com a segunda onda e que não tomar decisões é se compactuar com o erro e que teria faltado ao Brasil “não foi um líder, foi ter deixado o líder trabalhar”. Uma indireta em relação a decisão do STF em ter dado autonomia aos Estados. Bolsonaro finaliza garantindo que  a imprensa é muito crítica e não está acostumada a ouvir a verdade. Diz que passou 28 anos na câmara pedindo oportunidade de mudar o país e que agora ele não pode, mas que tentará.

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) também comentou sobre o contrato do governo do Estado e a Sino­vac. Segundo Kicis um grupo de deputados estaduais de São Paulo protocolará um novo pedido de impeachment na ALESP con­tra o governador João Dória, pois o contrato não seria transparente, sem es­ta­be­lecer valores ou quantidade de doses que seriam importadas, ou seja, seria um cheque em branco na mão dos chine­ses.

Kicis também falou sobre a interrupção dos testes da Coronavac. Segundo a deputada, a An­visa interrompeu testes pós “efeito adverso grave” em um voluntário brasileiro. No texto postado junto a imagem publicada, a agência suspendeu a terceira fase de testes por reações graves que podem ter le­vado um voluntário a morte.


Jair Bolsonaro também conseguiu participar de nosso ranking, com um vídeo desacreditando os institutos de pesquisa. O vídeo fala sobre a perda de credibilidade dos institutos de pesquisa de opinião, essa perda se dá ao fato de erraram em dizer que Zema e Bolsonaro não seriam eleitos, enquanto Dilma e Suplicy sim. O vídeo termina dizendo que os institutos de pesquisa não ouvem o povo, sendo ele, o povo, que decide quem irá votar.

Conclusões

Em resumo, podemos analisar que alguns assuntos saíram de cena, como o auxílio emergencial e, consequentemente, seu maior porta voz, o deputado federal André Janones (AVANTE-MG).

As postagens nesta semana discutiram bastante o contrato entre o Governo de São Paulo e a Sinotec para a produção da Coronavac. Bia Kicis e Carla Zambelli, ambas do PSL, criticaram João Doria pelo contrato realizado com os chineses. Além disso, a morte de um voluntário permitiu que acender questionamentos sobre a vacina.

Você pode baixar nosso relatório, clicando aqui.

Apoie o Manchetômetro

Criado em 2014, o Manchetômetro (IESP-UERJ) é o único site de monitoramento contínuo da grande mídia brasileira. As pesquisas do Manchetômetro são realizadas por uma equipe com alto grau de treinamento acadêmico e profissional.

Para cumprirmos nossa missão, é fundamental que continuemos funcionando com autonomia e independência. Daí procurarmos fontes coletivas de financiamento.

Conheça mais o projeto e colabore: https://benfeitoria.com/manchetometro

Compartilhe nossas postagens e o link da campanha nas suas redes sociais.

Seu apoio conta muito!

Publicação anterior

Por Natasha Bachini, Eduardo Barbabela, Douglas Moura, Keila Rosa, Andressa Liegi Costa, Lucas Loureiro, Mariana Soares, Bruna Medina, Ana Beatriz Getirana, Matheus Ribeiro, Robson Nunes, Victor Nobre e João Feres Jr
18/11/2020 - Entre os dias 2 e 8 de novembro de 2020, das 719 páginas analisadas, 625 publicaram algum conteúdo. No total da amostra da semanal, foram verificadas 17.971 publicações. Dentre elas, ...
Próxima publicação

Por Keila Rosa, Andressa Liegi, Robson Nunes, Natasha Bachini, Eduardo Barbabela e João Feres Júnior
20/11/2020 - A reta final do primeiro turno das eleições municipais movimentou bastante as redes sociais, com um aumento de 27% da média diária de publicações desde a primeira se­ma­­na de cam­panha. ...