De 16 a 22 de novembro de 2020
De 16 a 22 de novembro de 2020

Por Natasha Bachini, Eduardo Barbabela, Douglas Moura, Keila Rosa, Andressa Liegi Costa, Lucas Loureiro, Mariana Soares, Bruna Medina, Ana Beatriz Getirana, Matheus Ribeiro, Robson Nunes, Victor Nobre e João Feres Jr
30/11/2020 -

 

Entre os dias 16 e 22 de novembro de 2020, das 719 páginas analisadas, 625 publicaram algum conteúdo. No total da amostra da semanal, foram verificadas 16.005 publicações. Dentre elas, 7.406 (46%) fotos, 5.459 (34%) links, 2.942 (18%) vídeos e 198 (1%) status – ferramenta de compartilhamento de humor, sentimentos, pensamento ou atividade.

Nesta semana, o destaque ficou novamente com a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) que emplacou doze posts em nosso ranking. A postagem com mais compartilhamentos desta semana foi da própria deputada do PSL, que postou um vídeo do presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) criticando a imprensa brasileira por não noticiar que há uma agência da Organização Mundial do Turismo com excelentes notícias sobre o país. O presidente da Embratur ironiza que como não é a OMS falando sobre COVID-19, a grande mídia não divulga.

Zambelli também publicou sobre a reunião do BRICS. Em um vídeo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comenta sobre a sub­tração de madeira do Brasil e da soberania do país em reservas da floresta Ama­zô­nica. Segundo Bolsonaro, o Brasil de­senvolveu um método usando isótopo estável para a localização de madeira apreendida e exportável e que revelaria os países que importavam as madeiras de forma ilegal. Segundo ele, países que são críticos da a­tuação do governo na proteção da floresta.

Em outro vídeo do presidente, ele comenta sobre o mesmo assunto: países que acusam o Brasil de desmatamento, mas compram madeira de retirada ilegal da floresta. Bolsonaro afirma que a descoberta é um trabalho da Polícia Federal e que servirá para acabar com a farsa de que seu governo tem promovido queimadas e desmatamento e ainda disse que “licenças ambientais fraudulentas foram concedidas anos atrás”.

O meio ambiente também foi tema de postagem do deputado federal Luiz Phillippe de Orleans e Bragança (PSL-SP), que comen­tou sobre o desmatamento. Primeiro, a foto do presidente da França Emmanuel Ma­­cron com o texto “Por desmatamento, Franç­a se opõe ao acordo UE-Mercosul”. Em seguida, vemos a foto de madeiras sen­do carregadas em um caminhão, acom­panha­da pelo texto: “Alemanha e Fran­ça com­pra­­ram madeira ilegal do Brasil, in­dicam ações da PF”. O filho do presidente, Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) também publicou imagem sobre a investigação da PF sobre a extração ile­gal da madeira na Amazônia. A publicação tem as mesmas informações e ataques in­diretos a países da Europa que os vídeos de Jair Bolsonaro.

 

O grande assunto da semana foram as urnas eletrônicas e a possibilidade de elas serem hackeadas. Carla Zambelli publicou uma imagem do presidente do TSE, Luiz Ro­ber­to Barroso com a manchete “TSE contratou sem licitação o “supercomputador” que atra­sou a apuração no domingo”. A ima­gem ainda afirma que o contrato feito com a empre­sa Oracle do Brasil sistemas teve dis­pen­sa de licitação, com o valor do contra­to de 26,2 milhões de reais segundo o Diá­rio Oficial da União. A deputada continuou fa­­lando sobre o assunto, afirmando que o TSE precisa implantar o comprovante de vo­to em papel pois, a todo momento se vê notí­cias de computadores mais seguros do mundo sendo hackeados.

Jair Bolsonaro também comentou sobre o sistema eleitoral brasileiro. No vídeo postado, o próprio presidente pergunta se as pes­soas querem o voto impresso ou a urna ele­trônica. Em uma resposta, ouvimos alguém repetindo “voto impresso, esse é o nos­so objetivo”, “Estados Unidos é o ideal”, “estamos orando por isso.”. Bolsonaro então diz que vai resolver isso junto ao parlamento, pois ninguém acredita no voto eletrô­nico e que a vontade popular precisa ser a­tendida. Ainda diz ter a certeza de tratar do assunto no início de 2021 e que “isso” vai mu­dar pois não podemos ter eleições em 2022 com urnas eletrônicas.

Jair Bolsonaro também publicou sobre o caso da morte de João Alberto na rede de supermercados Carrefour. Em sua postagem, o presidente elogia a miscigenação do povo brasileiro que, segundo ele, fez com que o Brasil conquistasse a “simpatia do mundo” e que existem pessoas que querem destruir essa harmonia dividindo a população, colocando ódio no coração e mentes mascaradas da “luta por igualdade” e “justiça social”. Ele diz que o país possui muitos problemas que vão além das questões raciais como a corrupção, que não é somente política, mas moral e econômica. Ainda reafirmou que existem interesses que desejam a divisão do povo brasileiro para que se torne mais fraco e pede para que não se deixem manipular. Bolsonaro finaliza afirmando que é “daltônico” pois para ele, todos os brasileiros têm a mesma cor.

Conclusões

Em resumo, podemos analisar que nesta semana o meio ambiente e as eleições municipais foram os principais temas da semana. Os apoiadores de Bolsonaro aproveitaram os temas para fortalecer sua tese de voto imprenso e aproveitar o momento para atacar líderes mundiais europeus, comentando sobre a operação da PF que descobriu para onde as madeiras extraditadas ilegalmente estavam indo.

Você pode baixar nosso relatório, clicando aqui.

Apoie o Manchetômetro

Criado em 2014, o Manchetômetro (IESP-UERJ) é o único site de monitoramento contínuo da grande mídia brasileira. As pesquisas do Manchetômetro são realizadas por uma equipe com alto grau de treinamento acadêmico e profissional.

Para cumprirmos nossa missão, é fundamental que continuemos funcionando com autonomia e independência. Daí procurarmos fontes coletivas de financiamento.

Conheça mais o projeto e colabore: https://benfeitoria.com/manchetometro

Compartilhe nossas postagens e o link da campanha nas suas redes sociais.

Seu apoio conta muito!

Publicação anterior

Por Keila Rosa, Andressa Liegi, Robson Nunes, Natasha Bachini, Eduardo Barbabela e João Feres Júnior
20/11/2020 - A reta final do primeiro turno das eleições municipais movimentou bastante as redes sociais, com um aumento de 27% da média diária de publicações desde a primeira se­ma­­na de cam­panha. ...
Próxima publicação

Por Natasha Bachini, Eduardo Barbabela, Douglas Moura, Keila Rosa, Andressa Liegi Costa, Lucas Loureiro, Mariana Soares, Bruna Medina, Ana Beatriz Getirana, Matheus Ribeiro, Robson Nunes, Victor Nobre e João Feres Jr
07/12/2020 -   Entre os dias 23 a 29 de novembro de 2020, das 719 páginas analisadas, 620 publicaram algum conteúdo. No total da amostra da semanal, foram verificadas 17.137 mil publicações. ...