O Manchetômetro é um site de acompanhamento da cobertura da grande mídia sobre temas de economia e política produzido pelo Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública (LEMEP). O LEMEP tem registro no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq e é sediado no Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). O Manchetômetro não tem filiação com partidos ou grupos econômicos.

Parceria

PNR #24 – As enchentes no RS

Este relatório tem como objetivo compreender a repercussão nas redes sociais das enchentes que assolam o Rio Grande do Sul. A análise incide sobre as páginas públicas que compartilharam posts entre os dias 8 a 15 de maio de 2024, filtradas pela string de busca “(Rio Grande do Sul OR RS)”. No Facebook, também limitamos a pesquisa a páginas que se classificaram como: ARMED_FORCES OR GOV_SITE OR GOVERNMENT_OFFICIAL OR GOVERNMENT_ORGANIZATION OR POLITICAL_CANDIDATE OR POLITICAL_IDEOLOGY OR POLITICAL_ORGANIZATION OR POLITICAL_PARTY OR POLITICIAN OR PUBLIC_SERVICE OR PUBLIC_SERVICE_GOVERNMENT. No Instagram não houve a possibilidade de limitar a busca apenas a páginas de nosso interesse. A coleta de dados foi realizada por meio da plataforma Crowdtangle, nas bases de páginas do Facebook e do Instagram.

Há duas novidades neste relatório. A primeira é a atribuição de cores às páginas de esquerda e direita com cores, para dar a nossos dados uma melhor apresentação visual. A segunda é de ordem metodológica, pois essa semana ocorreu uma situação que nos exigiu rever as regras de nosso ranking. Não tivemos a presença de nenhuma página de Direita nos top 20. Com isso, a partir desta semana inserimos uma nova regra para o ranking do Instagram: apresentaremos os dados dos top 20 e, caso não apareçam pelo menos apareçam uma página de Esquerda e outra de Direita, continuaremos a apresentar os dados do ranking até que essa condição seja satisfeita. Contudo, para efeitos analíticos e comparativos, analisaremos apenas as informações do top 20. O relatório está dividido em três seções: análise de dados do Facebook, análise de dados do Instagram e conclusões.

1.     FACEBOOK

Tabela 1. Dados Gerais

Publicações851
Total de páginas que postaram190
Interações736.821

Tabela 2. Interações e postagens por dia

MêsTotal de interaçõesTotal de posts
08/05/2024131.301138
09/05/2024145.011177
10/05/202494.319120
11/05/2024118.296117
12/05/202448.83172
13/05/2024105.045111
14/05/202482.828101
15/05/202411.19015

A tabela 2 mostra que o dia 9 de maio registrou o maior número de interações e publicações.

Tabela 3. Top 5 posts com maior número de interações*

IdeologiaPerfilLinkTotal de InteraçõesTotal de CurtidasTotal de ComentáriosTotal de CompartilhamentosTotal de reações[1]
EsquerdaPaulo Pimentahttps://t.ly/DflaW20.60910.7463.3824.6891.792
DireitaCarla Zambellihttps://t.ly/VlJQy19.1009.9121.9594.9602.269
DireitaNikolas Ferreirahttps://t.ly/3Fzbx16.06410.3507414.681292
EsquerdaLulahttps://t.ly/VwQy016.0169.6521.2916544.419
EsquerdaLulahttps://t.ly/5zyM215.8179.4551.6673.1421.553
* em negrito as páginas que tiveram os maiores totais por tipo de publicação

[1] Total de reações é a soma das seguintes reações do Facebook: Amei, Força, Uau, Grrr, Risos e Triste.

No ranking de Interações do Facebook houve maior predominância das páginas de esquerda, ocupando três posições. As outras duas posições foram ocupadas pelas páginas dos deputados de direita pelo Partido Liberal, Carla Zambelli (SP) e Nikolas Ferreira (MG).

Na liderança aparece o ministro Paulo Pimenta, que postou o vídeo da entrevista concedida a William Bonner para o Jornal Nacional sobre o pedido de investigação de desinformações propagadas por algumas pessoas encaminhado ao Ministério da Justiça. Bonner pergunta qual foi o critério utilizado para incluir as postagens no pedido de investigação, uma vez que algumas publicações não pareciam fake news, mas sim comentários críticos ao governo. Paulo Pimenta declara que respeita o princípio de liberdade de expressão e que jamais censuraria ou transformaria em um debate político um momento tão delicado e sério como esse. Também esclarece que o pedido foi encaminhado para que a Polícia Federal identificasse as desinformações criminosas que estão sendo disseminadas envolvendo questões de saúde pública e sanitária, que estão prejudicando as ações de resgate e salvamento. Bonner, em seguida, pergunta quais são as prioridades de ações do governo federal para auxílio do Rio Grande do Sul. O ministro responde dizendo que estão trabalhando fortemente em duas frentes: uma de resgate e salvamento e outra de garantia de dignidade para as pessoas que estão nos abrigos, garantindo condições mínimas, como alimentação, água potável e higiene pessoal. A publicação do ministro foi a que conseguiu o maior número de comentários e curtidas.

A segunda posição foi ocupada pela deputada federal Carla Zambelli, que postou uma imagem contendo uma foto de Lula ao lado de um avião com o texto: “Zambelli pede suspensão de licitação milionária para mordomias em voos de Lula. Enquanto a população sofre no RS, Lula quer aeromoça no ‘aerolula’”. Na legenda, Zambelli relata que Lula quer utilizar R$ 2.049.693,71 para contratar uma empresa especializada em comissão aérea para prestar serviços nas “inúmeras viagens inúteis que em nada agregam ao país”. Zambelli também critica o presidente por postergar ou negar ajuda necessária à população do Rio Grande do Sul e declara que acionou o TCU (Tribunal de Contas da União) por violar o princípio da moralidade e ser considerado desperdício de dinheiro público frente ao estado de emergência do RS. A publicação de Zambelli foi a mais compartilhada sobre o tema dentre as analisadas.

Em terceiro lugar aparece Nikolas Ferreira, que postou um vídeo criticando a Globo por ter divulgado uma notícia dizendo que o governo estava mobilizando a Advocacia-Geral da União (AGU) e a Polícia Federal (PF) para investigar algumas pessoas por disseminarem fake news, incluindo Cleitinho, Eduardo Bolsonaro e Pablo Marçal. Em seguida, Nikolas traz um trecho da reportagem do SBT que demonstrou que as denúncias eram verdadeiras. Também afirma que o governador de Santa Catarina, Jorginho, demonstrou serem verdadeiras as informações. O deputado do PL, então, declara que nem Globo nem Paulo Pimenta irão se retratar e se não fosse a internet não teria mobilização. Declara que o governo está mais ocupado em perseguir opositores políticos do que ajudar a população e chama a Globo de “puxadinho de imprensa do governo lula” e “câncer do país”. Nikolas também afirma que assinou um projeto para destinar 50% do fundo eleitoral para ajudar o Rio Grande do Sul e que desejava destinar uma parte dos recursos da Comissão de Educação para o estado, mas que “é tudo muito burocrático, tudo muito difícil para ajudar as pessoas; fácil é destinar uma grana para Madona”. Em seguida, Nikolas fala sobre as demandas que vem recebendo no gabinete e as doações que estão sendo feitas para os sulistas. Por fim, critica Luciano Huck e William Bonner por ignorarem as mortes no Rio Grande do Sul e só começarem a falar sobre o assunto após serem cancelados.

Em quarto colocado consta a publicação da página de Lula prestando condolências à família do médico voluntário no Rio Grande do Sul, Leandro Medice, que faleceu de um mal súbito. Lula declara que o médico é um “um exemplo de entrega e solidariedade”, assim como todas as ações de ajuda ao povo gaúcho provindas de diversas partes do país. Lula também afirma que se outra região do Brasil sofresse tal tragédia, a mobilização seria a mesma. A publicação de Lula foi a que conquistou o maior número de reações.

A quinta colocação também é ocupada por Lula, que postou uma imagem do helicóptero uruguaio no aeroporto com o texto: “Helicóptero do Uruguai está em operação no RS. Brasil não recusou oferta do país vizinho”. Na imagem também aparece a hashtag #Brasilcontrafake. Na legenda, Lula faz um pedido para espalharem a verdade e agradece ao Uruguai pela ajuda e pronto auxílio.

Tabela 4. Total de interações por tipo de publicação nos 20 perfis com maior número de interações*

IdeologiaPerfilLink ExternoVídeo ao vivoVídeoFotoStatusVídeo do YoutubeTotal de Interações
EsquerdaLula1.06012.21020.78944.94721.892 1.060
DireitaCarla Zambelli  59.78934.759   
EsquerdaPaulo Pimenta 23.68825.2728.676   
EsquerdaGleisi Hoffmann 1.15016.23017.732   
DireitaNikolas Ferreira  16.0649.029   
DireitaPlantão Brasil5.090 9.0368.007  5.090
DireitaCarol De Toni  6.83312.411   
InstituiçãoMinistério da Saúde  4.04212.915   
DireitaGil Diniz  4.5098.450   
EsquerdaPT 7944.2866.798   
EsquerdaHumberto Costa 1.2533979.674   
DireitaBruno Zambelli  8.5462.626   
DireitaMagno Malta  8.5612.256 321 
DireitaMovimento Nossa Luta Brasil 188 6.9273.758  
InstituiçãoExército Brasileiro  9888.822 715 
DireitaKim Kataguiri  1.0349.434   
DireitaDireita Conservadora  1.3358.140493  
DireitaMDB Nacional  4.7674197   
EsquerdaLindbergh Farias  3.7965.145   
DireitaBolsonaro meu presidente   8.042   
* em negrito as páginas que tiveram os maiores totais por tipo de publicação

Os dados revelam um desequilíbrio no total de posts entre direita e esquerda, com 12 páginas de direita contra 6 de esquerda. Em ambos os casos, notamos o envolvimento de figuras importantes das duas correntes, como Carla Zambelli, Nikolas Ferreira e Carol de Toni, no campo da direita, e Lula, Paulo Pimenta e Gleisi Hoffmann, na esquerda. No total de interações, no entanto, a esquerda levou vantagem, com 225.789 interações contra 219.509 em páginas de direita. As páginas de esquerda obtiveram maior sucesso em publicações de vídeos ao vivo e status, enquanto as páginas de direita conquistaram mais interações em publicações de links gerais, fotos e outros vídeos. Já as Instituições obtiveram sucesso com as publicações de links do YouTube.

2.    INSTAGRAM

Tabela 5. Visão geral dos dados

Publicações10.000
Total de páginas que postaram4.538
Interações163.560.460

Tabela 6. Total de interações e postagens por dia

MêsTotal de interaçõesTotal de posts
08/05/202424.304.1501.609
09/05/202439.682.6352.304
10/05/202434.172.1831.732
11/05/202422.431.2111.310
12/05/202414.158.748908
13/05/202416.808.8871.078
14/05/202410.437.330923
15/05/20241.565.316136
* em negrito as páginas que tiveram os maiores totais por tipo de publicação

A tabela 6 mostra que houve um maior foco de interações e publicações no Instagram no dia 3 de maio.

Tabela 7. Top 5 posts com maior número de interações*

IdeologiaPerfilLinkTipo de postCurtidasComentáriosTotal de Interações
DireitaJair Bolsonarohttps://shorturl.at/cioE7Foto387.21840.189427.407
EsquerdaLulahttps://shorturl.at/wEIO2Foto404.55317.526422.079
EsquerdaLulahttps://shorturl.at/evFO4Álbum200.32215.566215.888
DireitaBrasil Paralelohttps://shorturl.at/lruDL /Álbum181.6302.885184.515
EsquerdaLulahttps://shorturl.at/ht459Álbum154.78214.349169.131
* em negrito as páginas que tiveram os maiores totais por tipo de publicação

O ranking de Interações do Instagram contou com uma forte presença da página oficial do presidente Lula, conquistando três posições. Contudo a liderança foi ocupada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, que postou um print da publicação da Revista Oeste. Trata-se de uma foto de Lula com o texto: “Lula quer saber o que égua em telhado do RS pensava: ‘Fui dormir inquieto’”. A publicação foi a que conquistou mais comentários dentre as analisadas.

Em segundo lugar aparece a postagem de Lula sobre o helicóptero uruguaio, descrita anteriormente no ranking de Interações do Facebook. No Instagram, a publicação foi a que mais ganhou curtidas dentre as analisadas.

A terceira posição é ocupada novamente por Lula que postou um carrossel de fotos com dicas de como apoiar a reconstrução do Rio Grande do Sul, que incluía as seguintes ações: não compartilhar fake news e ser solidário. Nas imagens informam que o governo acionou a AGU e a PF para punir os propagadores de notícias falsas sobre o Rio Grande do Sul e que os correios estão transportando as doações gratuitamente para o estado.

Em quarta colocação aparece um carrossel de fotos postado pela página de direita Brasil Paralelo, que possui como capa uma foto do resgate feito de barco em meio às enchentes do Rio Grande do Sul contendo a indagação: “Quem são os heróis agindo em meio ao caos no Rio Grande do Sul?”. Passando para o lado, aparecem vídeos de alguns resgates com a frase: “O povo está salvando o próprio povo como nunca se viu”. Nas outras imagens enaltecem a força dos voluntários e a mobilização das redes sociais, que possibilitaram o envio de helicópteros, barcos, caminhões e jetskis. Também declaram que dezenas de milhões de reais foram arrecadados por conta de influenciadores, empresários e cidadãos comuns. Na legenda declaram que “a ajuda não pode parar” e trazem uma lista de organizações que recebem doações para ajudarem os atingidos pelas chuvas.

Em quinto lugar consta um carrossel de imagens postado pela página de Lula. Na foto de capa aparece Lula discursando segurando um microfone e os ministros Haddad e Alexandre Silveira ao fundo. Na imagem aparece escrito: “Urgente. Governo Federal libera R$ 50 bi para ações emergenciais no RS”. Nas fotos que seguem o carrossel aparem as medidas tomadas pelo governo para trabalhadores assalariados; para beneficiários de programas sociais; para o próprio estado e os municípios do RS; para empresas; e para produtores rurais do RS. Na legenda, Lula pede para que compartilhem a verdade e afirma que o governo está trabalhando em todas as frentes, salvando vidas, levando doações e mantimentos necessários e ofertando ajuda financeira para todo o estado.

Tabela 8. Top 28 perfis com maior número de interações*

Orientação ideológicaPerfilTotal de CurtidasTotal de ComentáriosTotal de Interações
FofocaGina Indelicada8.565.654153.0078.718.661
FofocaAlfinetadas Dos Famosos 📌7.824.781238.0888.062.869
FofocaHugo Gloss4.773.422198.0024.971.424
EsporteTNT Sports Brasil3.566.73655.1573.621.893
InfluenciadorDavi Brito2.380.360138.7782.519.138
FofocaGOSSIP DO DIA2.228.33462.6422.290.976
EsquerdaMídia NINJA2.103.17037.9802.141.150
FofocaBabadeira1.525.61655.1481.580.764
InfluenciadorWhindersson Nunes1.531.51428.0841.559.598
InfluenciadorRomana Novais1.461.00163.8461.524.847
InfluenciadorAlok1.446.66568.1711.514.836
FofocaOtariano1.217.68646.3661.264.052
InfluenciadorDébora Paixão1.114.58815.2141.129.802
InfluenciadorChrys Dias1.114.35315.2141.129.567
EsquerdaLuiz Inácio Lula da Silva971.61572.6681.044.283
ImprensaCNN Brasil984.05636.1871.020.243
EsporteFC Barcelona900.4832.774903.257
FofocaS U B C E L E B R I T I E S846.94712.466859.413
ImprensaPortal R7672.043100.250772.293
EsporteCorinthians754.6374.604759.241
ONG🐾 ONG DAS PATINHAS 🐾686.2966.429692.725
ImprensaForbes Brasil671.66616.774688.440
ImprensaO POVO Online652.64129.908682.549
ImprensaFolha de S.Paulo609.37067.710677.080
Esportege649.72018.004667.724
FofocaProcedimento do Dia658.9465.395664.341
FofocaLeo Dias573.45661.148634.604
DireitaBrasil Paralelo615.99417.992633.986
* em negrito as páginas que tiveram os maiores totais por tipo de publicação

Apesar de termos duas páginas de esquerda no Top 20, a primeira página da direita aparece apenas na 28ª posição. No Instagram notamos um grande engajamento de figuras públicas e das páginas de Imprensa diante do desastre no Rio Grande do Sul. Houve um predomínio de páginas da imprensa, ao todo foram 5, seguidas por 2 perfis de esquerda e 1 de direita. Há ainda outras 12 páginas que não foram classificadas ideologicamente. A imprensa alcançou mais interações: foram 3.840.605 interações em suas páginas ranqueadas, contra 3.185.433 interações de páginas de esquerda e 633.986 interações da págins de direita. As páginas de imprensa dominaram as curtidas e os comentários.

3.    CONCLUSÕES

Os dados mostram que o desastre no Rio Grande do Sul tem engajado o Brasil em um movimento de solidariedade e apoio ao povo gaúcho. Quando direcionamos nossas atenções aos perfis políticos, notamos uma vitória parcial da esquerda, que conseguiu a partir de alguns de seus perfis mais célebres, como os de Lula e Paulo Pimenta, atrair as atenções nas redes sociais para as ações e posicionamentos do Governo Federal diante dos acontecimentos. Já a direita direcionou seus esforços para ironizar ações do governo e a tentar sugerir novas crises. No Instagram, apesar das ações da página de Jair Bolsonaro, o grupo não conseguiu fazer frente aos influenciadores e se destacar nas redes. Em suma, nota-se que a atuação do Governo de prestação de contas e apresentação das ações realizadas apresenta resultados positivos na batalha das redes sociais. Contudo, a rede da direita ainda é capaz de criar fatos e atrair os holofotes para suas publicações que priorizam a desinformação durante um momento tão crítico para o estado gaúcho e para o país.

Para baixar o nosso relatório, clique aqui.

Expediente

O POLÍTICA NAS REDES publica estudos temáticos sobre o debate política nas redes sociais produzidos pela equipe do Manchetômetro, no âmbito do Laboratório de Estudos da Mídia e Esfera Pública (LEMEP), do Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP), da UERJ.

Como os demais projetos do LEMEP, o POLÍTICA NAS REDES conta com o apoio do INCT – Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação.

Realização:

Apoio:


[1] Utilizamos o número atribuído pelo Crowdtangle. De forma simples, performance é definida dividindo-se as interações obtidas pelas interações esperadas. O número de interações esperadas é igual à média de interações obtidas nos últimos 100 posts. Para mais, ver: https://help.crowdtangle.com/en/articles/2013937-how-do-you-calculate-overperforming-scores

Apoie o Manchetômetro

Criado em 2014, o Manchetômetro (IESP-UERJ) é o único site de monitoramento contínuo da grande mídia brasileira. As pesquisas do Manchetômetro são realizadas por uma equipe com alto grau de treinamento acadêmico e profissional.

Para cumprirmos nossa missão, é fundamental que continuemos funcionando com autonomia e independência. Daí procurarmos fontes coletivas de financiamento.

Conheça mais o projeto e colabore: https://benfeitoria.com/manchetometro

Compartilhe nossas postagens e o link da campanha nas suas redes sociais.

Seu apoio conta muito!